quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Leilões

Mega Leilão IMBAÚBA
20 anos

Será no dia 23 de outubroNo parque de exposição Laucidio Coelho (tatersal 2 ACRISSUL).

Serão ofertadas 150 vacas Girolandas, prenhes ou paridas.
Com alta média de produção a pasto.Sempre buscamos selecionar animais adaptados a produção de leite com baixo custo, ou seja“vacas especializadas em transformar capim em leite”.

Contato:
Renato Gasparini Pereira
Dir. ComercialImbaúba Laticínios S/A
67.9954-9667

Associação Brasileira dos Criadores de Girolando

Congresso de Girolando
Reúne mais de 400 pessoas em Araxá

Mais de 400 produtores rurais e pesquisadores estão em Araxá (MG) para conhecer as inovações da pecuária leiteira que estão sendo apresentadas no 1 Congresso Brasileiro da Raça Girolando. O evento foi aberto oficialmente na manhã desta sexta-feira (23/09) no Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá. Várias autoridades participaram da solenidade, entre elas: o secretário de Agricultura de Minas Gerais, Elmiro Nascimento, o secretário de Ciência e Tecnologia de Minas, Narcio Rodrigues, os deputados federais Paulo Piau e Aelton de Freitas, o deputado estadual Bosco, o prefeito de Araxá Geová Moreira da Costa, o presidente da Embrapa Gado de Leite Duarte Vilela, o presidente da Comissão de Leite da CNA, Rodrigo Alvim e o presidente da Fepale (Federação Pan-americana do Leite) Vicente Nogueira.

De acordo com o secretário Narcio Rodrigues, a raça Girolando é uma obra genética extraordinária. “O zebu foi importado da Índia. O Holandês e outras raças taurinas vieram da Europa. Já o Girolando foi uma raça criada aqui no Brasil e, por isso, traz a identidade da nossa pecuária. Temos interesse em investir em novas tecnologias para garantir um avanço ainda maior da raça. Vários investimentos já estão sendo feitos nas instituições de pesquisa de Minas Gerais para proporcionar essa evolução”, disse Narcio. Segundo o deputado Paulo Piau, o Brasil investe pouco em ciência e tecnologia. “Enquanto a Embrapa conta com 2.240 pesquisadores, a Petrobras tem mais de cinco mil pesquisadores”, ressaltou.

Os números da Embrapa Gado Leite mostram como os investimentos em melhoramento genético levam ao aumento de produção significativa. De 1989 a 2010, a produção de leite por vaca Girolando em lactação subiu 239% no período. “A produção que antes era de 1990 kg/leite por lactação saltou para 4781 kg/leite. A raça é responsável hoje por 80% da produção de leite do país”, afirmou o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, José Donato Dias Filho.

O Brasil produz cerca de 30 bilhões de litros de leite/ano. Já Duarte Vilela ressaltou que há uma grande demanda pela genética da raça Girolando o mercado internacional. “A China tem potencial para importar 50 mil matrizes por ano, pois precisa suprir sua grande demanda por lácteos”, afirmou o presidente da Embrapa Gado de Leite. A programação do Congresso para esta sexta-feira e amanhã inclui uma série de palestras técnicas.

O pesquisador da Embrapa Gado de Leite, Marcos Vinícius Barbosa da Silva, falou sobre os avanços genéticos que a raça vem alcançando e os projetos de seleção genômica. “Vamos iniciar a mensuração de novas características da raça, como termotolerância e de ordenha com/sem bezerro. Para o próximo ano, vamos publicar a conclusão do seqüenciamento do genoma do Girolando, o que nos permitirá identificar marcadores específicos para características que o mercado deseja”, explicou Silva.

As pesquisas com o genoma estão sendo desenvolvidas em parceria com a Universidade de Guelph, do Canadá, e a USDA. A pesquisadora da Embrapa Gado de Leite, Marta Martins, falou sobre a formação do Banco de DNA da raça Girolando, que já conta com 1.063 amostras coletadas dos touros e de filhas dos reprodutores do Teste de Progênie da Girolando.

Os estudos com genoma bovino também foram abordados pelo professor da UNESP, José Fernando Garcia. “Com o desenvolvimento de ferramentas genômicas (especificamente os paineis de marcadores SNP de alta densidade), passa a ser possível realizar o ajuste fino dos cruzamentos e pré-determinar os tipos animais exigidos para cada sistema de produção. É necessário, entretanto, aproveitar a organização e os avanços conquistados pelo programa de melhoramento genético hoje existente no Girolando para desenvolver as pesquisas necessárias para criar testes de DNA preditivos para determinar a melhor combinação cromossômica para cada sistema”, explica Garcia. Outro assunto do dia no Congresso foi a estratégia de cruzamentos na pecuária de leite no Brasil. O consultor e ex-professor da Universidade Federal de Minas Gerais, Fernando Enrique Madalena, destacou a evolução dos cruzamentos a partir da década de 70. “De 1977 a1992, a Embrapa e a FAO realizaram o projeto ‘Desenvolvimento do mestiço leiteiro brasileiro’ onde avaliamos vacas de elite de várias raças que pertenciam a 14 rebanhos mestiços. O projeto tinha critérios de seleção focados em produção, reprodução e adaptação”, destacou Madalena.

A programação ainda terá:

Uso da raça Girolando em programas de seleção buscando a sustentabilidade socioeconômica e ambiental Palestrante: José Luiz Moraes de Vasconcelos (UNESP)

Girolando: Resistência da raça às enfermidades infecciosas e parasitárias
Palestrante: Elizângela Guedes (Embrapa Gado de Leite) Sábado 08h30 às 9h15

Desafios na ordenha de vacas Girolando F1
Palestrante: Ronaldo Braga Reis (UFMG) 09h15 às 10h

Potencial do Girolando para alta produção de leite e sólidos
Palestrante: Marcos Neves Pereira (UFLA) 10h às 12h

Mesa Redonda com os palestrantes e discussão em Plenário
MODERADOR: Marcos Neves Pereira (UFLA)

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Mato Grosso do Sul

MS vive o “despertar do leite” 
Valorização e divulgação da raça

Desde a divisão do estado do Mato Grosso, em 1977, o Mato Grosso do Sul, criado a partir daquele ano, não vivia um momento tão importante no que diz respeito à produção leiteira. Especialmente nos últimos 10 anos o Núcleo dos Criadores de Girolando do Mato Grosso do Sul tem desenvolvido importantes ações de valorização e divulgação da raça, com a finalidade de mostrar ao Brasil a qualidade do rebanho sul-mato-grossense e a aptidão dos animais para a produção leiteira.

22 Cidades: Antonio João / Aparecida do Taboado / Aquidauna/ Batayporã / Bela Vista / Campo Grande / Cassilândia / Corumbá / Costa Rica / Dourados / Glória de Dourados / Guia Lopes da Laguna / Miranda / Nova Andradina / Novo Horizonte do Sul / Paranaíba / Paranhos / Ponta Porã / Rio Brilhante / São Gabriel do Oeste / Três Lagoas / Vicentina

No primeiro semestre deste ano, o NCGMS teve motivos de sobra para comemorar com os produtores todos os avanços. O lançamento de uma nova logomarca - mais moderna e dinâmica - ajudou a traduzir com mais fidelidade a missão do núcleo, que é de integrar os criadores da raça no Estado.




Entre as principais atividades desenvolvidas está a inauguração da nova sede do Girolando, a realização do 1º Leilão Virtual e as participações nas principais feiras do Estado.


De acordo com a presidente do NCGMS, Aurora Trefzger Cinato Real, a criação de uma sede dentro do Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande, capital do estado, é um grande apoio da Acrissul à classe e contribui para a integração entre os produtores. “Inaugurado em Dezembro de 2010, este espaço representa um ponto de encontro para os girolandistas. O espaço é bastante utilizado, principalmente durante as feiras e reuniões do grupo”, comentou.

Nos últimos meses, a raça teve uma ampla divulgação nas exposições agropecuárias do Estado. No mês de Abril, durante a Expogrande 2011 o número de animais e criadores inscritos foi muito superior ao que aconteceu na edição anterior da feira, que é uma das mais importantes no cenário nacional. O encontro contou ainda com torneio leiteiro e julgamento ranqueado.

Na feira de Paranaíba, realizada em paralelo à 9ª Expoleite, a 3ª edição de julgamento ranqueado do Girolando teve participação de animais e produtores de outros estados, a exemplo de Goiás. Sobre este evento a zootecnista e jurada efetiva da Raça Girolando, Lilian Mara Borges Jacinto, relata que o gado em exposição apresentou excelente qualidade e lembrou que muitos deles já haviam participado de eventos importantes no circuito nacional, como a Megaleite. “Foi de muito valor não só a qualidade dos animais, mas também a competência do Núcleo dos Criadores de Girolando de Mato Grosso do Sul, porque a equipe provou que está sempre buscando a divulgação da raça com entusiasmo e convicção da relevância dela para a pecuária leiteira nacional”, salientou a zootecnista.

As potencialidades da raça também foram destaques durante a 41ª Expocenter, realizada em Cassilândia, também no interior de Mato Grosso do Sul, e que é considerada a maior exposição ranqueada do Girolando da região. Assim como na feira de Paranaíba, em Cassilândia mais uma vez a participação de produtores de unidades da federação foi fundamental para o sucesso da empreitada.

Para finalizar o semestre, no início do mês de Agosto, durante a 3ª Expanleite, em Aquidauana, município que fica a 125 km da capital do Estado, além da exposição de animais, a programação do evento incluiu o shopping leiteiro, o torneio leiteiro do Pantanal e o 3º Dia do Leite de Aquidauana.

Outro importante passo dado pela entidade foi a realização do 1º Leilão Virtual. O evento transmitido pelo Agro Canal teve 70 animais inscritos.


“O resultado do leilão foi fantástico, além da excelente comercialização, após o evento muitos criadores nos procuraram interessados em adquirir os animais registrados. No passado vender um animal registrado era bem difícil, pois, o produtor julgava o valor alto demais, hoje ao contrário, ele vincula a questão do registro com a qualidade”, comentou Aurora.

Novos tempos de acordo com o vice-presidente do NCGMS, Ronan Salgueiro, além de todas estas ações estratégicas, em 2011 o trabalho do grupo ganhou mais força com o apoio do Conseleite-MS. “O Conseleite desenvolve um importante papel na busca pela valorização do setor leiteiro do Mato Grosso do Sul, ou seja, agora temos o elo inteiro unido na tentativa de estabelecer o preço do leite”, mencionou.

Compartilha a mesma ideia o consultor da raça Girolando, Celso Menezes, que destacou os pontos arrojados da iniciativa. “Dentre várias ações, esta também servirá para o fomento da produção leiteira no Estado, principalmente pela pouca disponibilidade de animais para multiplicação de material genético superior. O leilão também traz vantagens imediatas aos compradores, através, por exemplo, da facilidade de pagamento. Outro ponto é o fato de oferecer animais de qualidade, inspecionados por uma comissão técnica e portadores de todos atestados sanitários que endossam a saúde dos mesmos. Enfim, esperamos que a ação tenha despertado nos produtores sul-mato-grossenses uma grande oportunidade de ampliar suas receitas da atividade de produzir leite, através da comercialização de animais”, relatou o consultor.



As atividades desenvolvidas pelo grupo resultam no que está sendo denominando “o despertar do leite em Mato Grosso do Sul”. Ronan afirma que o Girolando é a raça brasileira mais popular do País, quando se trata de produção leiteira, e que esta credibilidade está conseguindo ganhar o mundo. “O nome vem apresentando um crescimento mundial e a Associação Nacional vem trabalhando muito forte para divulgar essas características favoráveis. Em Mato Grosso do Sul não é diferente, os animais criados nas propriedades do Estado passam a ter mais valor e a procura se torna ainda maior”, mencionou.

De acordo com a diretoria, a cada dia novos produtores querem se associar ao Núcleo, que hoje conta com mais de 75 associados. “A expansão e a valorização do setor leiteiro no estado é uma realidade.

No próximo ano, Campo Grande será a sede do Congresso Brasileiro do Leite, o que demonstra que os produtores da região e principalmente do país começam a perceber como o Mato Grosso do Sul é um mercado importante para o leite”, comemorou o vice-presidente do NCGMS.

Associação Brasileira dos Criadores de Girolando

1ºCongresso Brasileiro da Raça Girolando
Genética, Melhoramento animal, Cruzamentos, Fertilidade, Produção de sólidos e Sanidade


Começou nesta quinta-feira (22), em Araxá, o 1º Congresso Brasileiro de Gado Girolando. As palestras abordarão temas técnicos e científicos, como genética, melhoramento animal, cruzamentos, fertilidade, produção de sólidos e sanidade. O evento segue até 24 de setembro e é promovido pela Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, Embrapa Gado de Leite e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.


O 1º Congresso Brasileiro da Raça Girolando, que tem por objetivo discutir o futuro desta Raça que se tornou a principal alternativa para produção de leite nos trópicos, suas oportunidades e seus maiores desafios. Serão abordados temas importantes como o Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando, formação do banco de DNA da raça, uso de marcadores moleculares no programa de seleção, estratégias de cruzamentos, sustentabilidade da produção, pontos fortes dos animais girolando, entre outros. Marque na sua agenda este compromisso, você não pode ficar fora desta programação.

A abertura oficial do evento será nesta sexta-feira (23), às 8h30, com a participação do secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Elmiro Nascimento. A raça surgiu do cruzamento do gado holandês com o gir, mais adaptado às condições climáticas tropicais, e tornou-se a principal raça leiteira do Brasil, responsável por cerca de 80% da produção.

Minas Gerais, que possui a maior bacia leiteira do país, responde por quase um terço da produção nacional, com aproximadamente 7,9 bilhões de litros por ano. Diante deste contexto, o Governo de Minas criou o programa Minas Leite, que visa a implementação de políticas públicas para melhorar a qualidade da produção estadual.

Em 2011, a meta do programa coordenado pela Seapa é contar com pelo menos 1.000 fazendas assistidas por técnicos do Governo. Cada propriedade serve de unidade modelo para outras dez fazendas, gerando um processo multiplicador das técnicas de produção e de gerenciamento. Em quatro anos, já foram registradas melhorias significativas no processo produtivo das fazendas integradas ao programa. Com a finalidade de discutir os assuntos de interesse do setor leiteiro e dar suporte à elaboração de políticas públicas e privadas voltadas para o segmento.

O Governo de Minas criou também o Fórum do Leite, em agosto deste ano. Coordenado pelo governador Antonio Anastásia, o Fórum conta com a participação de representantes dos diversos segmentos ligados à cadeia produtiva do leite. De acordo com o secretário Elmiro Nacimento, essa iniciativa é um compromisso prioritário do Estado e corresponde a um dos deveres do governo, que é o de incentivar a produção e a industrialização do produto.

Itaquirai / MS

1ª Mostra de Gado Leiteiro
Agricultura Familiar no Mato Grosso do Sul 

A MOSTRA DE GADO LEITEIRO PARA A AGRICULTURA FAMILIAR NO MATO GROSSO DO SUL será realizado dentro da 7º Feira estadual de Sementes Crioulas e de Alimentos da Agricultura Familiar do MS, nos dias 4,5 e 6 de Novembro de 2011 no Kartódromo municipal Ayrton Sena em Itaquirai .

A Feira terá um público de 5.000 agricultores familiares, organizados em caravanas, e linha de crédito disponível com potencial de 2.000 assinaturas do PRONAF.

A mostra de gado leiteiro tem como finalidades:

a) Expor para os agricultores presentes animais de aptidão leiteira, animais com características zootécnicas propensas a alta produtividade leiteira.

b) Demonstrar aos interessados, principalmente aos produtores, animais com aptidão leiteira e os preços reais destes animais.

c) Promover conhecimentos na área de características zootécnicas de animais de aptidão leiteira para os agricultores terem conhecimento na hora de efetuarem compra de animais para sua propriedade.

d) Proporcionar maior aproximação entre selecionadores, criadores e produtores rurais, para troca de informações e possibilitar oportunidades de negócios de compra e venda.

Será oferecida linha de crédito do PRONAF para compra de animais com aptidão leiteira. 


Circuito Rural - Mato Grosso do Sul

Circuito Rural leva capacitação a Itaquiraí
Tecnologias, gestão ambiental e financeira

O emprego de tecnologias sociais, com o uso de materiais recicláveis no campo, a gestão ambiental e financeira na pequena propriedade são alguns dos assuntos tratados no Circuito Rural Tecnologia no Campo, do Sebrae, que estará hoje (21), na cidade de Itaquiraí, localizada na região do cone-sul do Estado. O evento, que conta com a parceria da Prefeitura de Itaquiraí, será realizado no Assentamento Indaiá que fica a cerca de 10 quilômetros da área urbana e reúne aproximadamente 630 famílias. As atividades serão realizadas das 8h30min às 17 h, com dias de campo sobre horta e leite.

Os dois temas serão ministrados simultaneamente pela manhã e novamente à tarde. Manejo sanitário, calendário de vacinas, prevenção a doenças, plantio planejado, gestão ambiental, controle financeiro e de produção estão entre os assuntos abordados nas aulas teórico-práticas, ministradas por técnicos do IBS – Instituto Biosistêmico.

Além das orientações, os alunos recebem cartilhas, sementes, calendário de gestação, fita métrica para aferir peso do animal entre outros recursos para emprego na atividade. “A proposta é que com estas informações o produtor consiga inovar, melhorando seu desempenho no campo”, destaca o técnico do Sebrae, Carlos Eduardo Cordeiro. Trabalhando os aspectos de produção e de gestão financeira, os encontros visam também, de acordo com o gerente de agronegócio do Sebrae, Marcus Rodrigo de Faria, preparar a pequena propriedade para acessar a programas específicos do governo. “Por lei, 30% da compra da merenda na rede pública de ensino tem que ser proveniente da agricultura familiar. E esta precisa se preparar para atender às exigências, como a regularidade no fornecimento”, destaca.

Nesta semana, o evento estará também na sexta-feira, 23, em Mundo Novo. Ao todo, com apoio da Seprotur, percorrerá 27 municípios do Estado, atendendo a cerca de dois mil produtores rurais. A ação acontecerá em todas as cidades participantes do Prolocal - Projeto de Apoio ao Desenvolvimento Econômico dos Municípios de MS, do Sebrae. O Circuito Rural Tecnologia no Campo já passou por Maracaju, Sidrolândia, Dourados, Caarapó, Aral Moreira, Ponta Porã, Bataguassu, Três Lagoas, Batayporã e Ivinhema. Até novembro chegará a Ribas do Rio Pardo, Campo Grande, Bandeirantes, Rio Negro, Coxim, Sonora, Nioaque, Bonito, Bodoquena, Porto Murtinho, Selvíria, Aparecida do Taboado, Inocência, Chapadão do Sul e Costa Rica.

Iguatem / MS - 3ª Feira do Leite

3ª Feira do Leite em Iguatemi
Agraer oficializa parceria.

Foi oficializada na manhã desta segunda-feira (19) a parceria na realização da Feira do Leite, que acontece de 1º a 4 de dezembro em Campo Grande entre o diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), José Antônio Roldão, com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Iguatemi, Edivaldo Luiz Dutra Vargas. Durante a reunião, o secretário apresentou ao diretor da Agraer o projeto da feira, que se encontra em sua 3ª edição e é realizada com o objetivo de despertar a atenção dos vários elos da cadeia do leite para o potencial da região, e fortalecer a economia e a imagem da atividade e dos produtores que nela atuam. A programação do evento inclui shows com artistas regionais e nacionais; competições rurais com provas funcionais e rodeio; exposição de animais; torneio leiteiro e julgamento de raças leiteiras. Junto com a feira acontece também o Seminário do Leite do Território Cone Sul; o Pavilhão da Agricultura Familiar, com exposição e comercialização de produtos; a reunião estadual de técnicos da Agraer da área de bovinocultura leiteira, além de um espaço destinado à exposição e comercialização de equipamentos e maquinários. (Com informações Notícias MS)

Leilões

1º Leilão Virtual do NCGMS
Qualidade da Raça Girolando

A raça leiteira mais popular do Brasil esteve em destaque durante o 1º Leilão Virtual do Núcleo dos Criadores de Girolando de Mato Grosso do Sul. Com mais de 70 animais inscritos, o evento foi marcado pela realização de grandes negócios. Segundo o vice-presidente do núcleo, Ronan Salgueiro, a ação contribuiu para a divulgação da qualidade dos animais e fortaleceu a união entre os Girolandistas. “O leilão foi muito bom e importante para unir a classe, sendo o primeiro evento depois de 10 anos de criação do NCGMS. Além das vendas expressivas com valores importantes, ele mostrou o interesse dos criadores em aumentar a produção leiteira no Estado, e demonstrou também a credibilidade do grupo,que não é só de produtores de leite e sim de selecionadores genéticos”, mencionou.



De acordo com a presidente, Dra. Aurora Trefzger Cinato Real, a qualidade do rebanho apresentado despertou o interesse de inúmeros criadores. “O resultado do leilão foi fantástico, além da excelente comercialização, após o evento muitos produtores nos procuraram interessados em adquirir os animais registrados. No passado vender um animal registrado era bem difícil, pois, o produtor julgava o valor alto demais, hoje, ao contrário, ele vincula a questão do registro com a qualidade”, comentou Aurora.

Diante do sucesso do 1º Leilão Virtual, o grupo já está se organizando para a próxima edição do evento, que deverá acontecer em Julho de 2012.

Brasil

Consumo de leite do brasileiro é menor do que se pensava
128 litros por ano no Brasil

Ao contrário do que se pensava, o consumo per capita de leite, estimado em 150 litros por ano no Brasil, não ultrapassa os 128 litros, incluindo seus derivados (leite em pó, queijos, requeijão, iogurte, leite fermentado e outros produtos lácteos).

A conclusão é da Associação Brasileira dos Produtores de Leite, a Leite Brasil, após recálculo com base em dois estudos: Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008-2009, e estudo especial Análise do Consumo Alimentar Pessoal no Brasil, ambos divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em julho. Para chegar a esta nova leitura, a Leite Brasil estimou o consumo de leite líquido, leite em pó, queijos e requeijão, iogurte e leite fermentado e outros produtos lácteos, separando o volume consumido do volume utilizado pela indústria alimentícia.

O levantamento aponta que o déficit de consumo é de 72 litros, considerando como meta a recomendação do Guia Alimentar para a População Brasileira, do Ministério da Saúde, que sugere três porções diárias de leite e derivados, equivalentes a 200 litros por ano. Segundo Jorge Rubez, presidente da Leite Brasil, o estudo mostra que o brasileiro sofre uma defasagem forte de consumo de leite e seus derivados e esse problema precisa ser solucionado. “É preciso trabalhar em prol da cadeia produtiva como um todo, pois para atingir o nível de consumo ideal recomendado pelo Guia Alimentar, a produção de leite do país precisa aumentar cerca de 50%”, completa. De acordo com estatísticas da International Dairy Federation (IDF), a diferença no consumo de leite líquido é ainda maior quando o Brasil é comparado a outros países.

Enquanto o consumo do brasileiro é de 47,6 litros por ano, os uruguaios bebem, em média, 74,2 litros, e os norte-americanos superam os brasileiros, contabilizando 81,9 litros anuais.

O consumo per capita de queijo no Brasil também é um dos mais baixos do mundo. Enquanto os brasileiros consomem 4,4 kg por ano, na França são comercializados 26,1 kg.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Exposições Agropecuárias do Estado

As potencialidades da raça


Nos últimos meses, a raça teve uma ampla divulgação nas exposições agropecuárias do Estado. No mês de Abril, durante a Expogrande 2011( Confira os campeões da feira ) o número de animais e criadores inscritos foi muito superior ao que aconteceu na edição anterior da feira, que é uma das mais importantes no cenário nacional. O encontro contou ainda com torneio leiteiro e julgamento ranqueado.


Na feira de Paranaíba, realizada em paralelo à 9ª Expoleite ( Confira os campeões da feira ), a 3ª edição de julgamento ranqueado do Girolando teve participação de animais e produtores de outros estados, a exemplo de Goiás. Sobre este evento a zootecnista e jurada efetiva da Raça Girolando, Lilian Mara Borges Jacinto, relata que o gado em exposição apresentou excelente qualidade e lembrou que muitos deles já haviam participado de eventos importantes no circuito nacional, como a Megaleite. “Foi de muito valor não só a qualidade dos animais, mas também a competência do Núcleo dos Criadores de Girolando de Mato Grosso do Sul, porque a equipe provou que está sempre buscando a divulgação da raça com entusiasmo e convicção da relevância dela para a pecuária leiteira nacional”, salientou a zootecnista.

As potencialidades da raça também foram destaques durante a 41ª Expocenter ( Confira os campeões da feira ), realizada em Cassilândia, também no interior de Mato Grosso do Sul, e que é considerada a maior exposição ranqueada do Girolando da região. Assim como na feira de Paranaíba, em Cassilândia mais uma vez a participação de produtores de unidades da federação foi fundamental para o sucesso da empreitada.


Para finalizar o semestre, no início do mês de Agosto, durante a 3ª Expanleite, em Aquidauana, município que fica a 125 km da capital do Estado, além da exposição de animais, a programação do evento incluiu o shopping leiteiro, o torneio leiteiro do Pantanal ( Confira os campeões da feira ) e o 3º Dia do Leite de Aquidauana.