segunda-feira, 25 de julho de 2011

Aquidauana / MS - 3ª Expanleite 2011



Por que a reprodução afeta sua produção de leite?

IMPACTO DA REPROUÇÃO E IATF NA PRODUÇÃO DE LEITE

O desempenho reprodutivo é responsável direto pela produção de leite por dia de vida útil da vaca.

alt PALESTRA EM .PDF (Clique aqui)

Cassilândia / MS

LEITE FERVENDO
41ª Expo Center / Cassilândia

Começa os preparativos para a 41ª Expo Center 2011 de .
Já esta quase tudo pronto para a realização.
Nesta terça feira (19) o parque de exposições de Cassilândia recebeu os primeiros animais que vão participar do XI Torneio Leiteiro na cidade.

No total 18 animais estarão concorrendo aos prêmios que serão ofertados nas categorias vaca e novilha. O sindicato rural organiza o evento juntamente com associação dos produtores de leite - Cassileite.

A partir de segunda feira (25) começam a chegar os animais Girolando que serão julgados na quinta (28), sendo esperados mais de 100 animais no recinto.

O Núcleo convida os amigos Girolandistas para a exposição ranqueada de Cassilândia a ser realizada no período de 25 a 31 de julho de 2011, com julgamento no dia 28 de julho (quinta-feira).

Será fornecido o volumoso, silagem de milho, e alimentação para os tratadores. No dia do julgamento será fornecido um almoço de confraternização para os expositores e convidados.

Os interessados devem manter contato pelo telefone 9982.4831 (Luiz).

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Grandes Produtores e Muita Genética

 

O Núcleo dos Criadores de Girolando de Mato Grosso do Sul convida a todos os interessados em estimular o Setor leiteiro deste Estado a participar conosco.

1º LEILÃO VIRTUAL
NÚCLEO DOS CRIADORES DE GIROLANDO
DE MATO GROSSO DO SUL
Dia 24 de julho de 2011
Domingo às 10hs ( Horário de Brasília )
Transmissão TV E INTERNET

AgroCanal, durante o tradicional Mercado do Leite ( TV e Internet )


Para o todo o Brasil, a qualidade, rusticidade e produtividade do rebanho de Mato Grosso do Sul.

O Núcleo dos Criadores de Girolando de MS, com muita dedicação, união e vontade trabalhou intensamente para a realização deste evento, a fim de divulgar a qualidade do rebanho leiteiro de Mato Grosso do Sul.
Cabe ressaltar que o nosso Estado já possuí animais premiados em pistas fora do Estado, inclusive na MEGALEITE, considerada a maior amostra de Girolando do Brasil e, também, touros que estão sendo coletados em Centrais e são participantes do Teste de Progênie do Girolando Nacional, fato este que é motivo de orgulho e deve servir de estímulo para fortalecermos a raça no Estado.

Temos certeza que todos da família Girolando estarão nos apoiando com a sua participação, através de negociações e divulgação do nosso evento.

Por que a reprodução afeta sua produção de leite?

IMPACTO DA REPROUÇÃO E IATF NA PRODUÇÃO DE LEITE
Palestra


Data: 21/07/2011 - Quinta Feira
Horário: 19:00h
Local: Parque Laucídio Coelho - Auditório da ACRISUL
 
Palestrante: João Paulo Barbuio
Gerente Técnico: MSD Saúde Animal.
 
http://www.msd-saude-animal.com.br/

Duração da palestra: 1 hora.


O desempenho reprodutivo é responsável direto pela produção de leite por dia de vida útil da vaca.

O impacto da reprodução na produção de leite é explicado pela curva de lactação, pois a produção declina gradativamente após o pico de lactação. Assim, quando uma vaca demora muito para emprenhar, a mesma permanece muito tempo de sua vida produtiva após o pico de lactação.

O declínio da produção de leite após o pico de lactação é mais acentuado em vacas mestiças (Girolando, por exemplo) do que em vacas puras (Holandesas, por exemplo), mas independente do rebanho trabalhado, a produção de leite da propriedade sempre será menor quanto maior for o intervalo entre partos (IEP) médio.

O principal desafio para reduzir o IEP em rebanhos mestiços é o anestro pós-parto. Como nessa categoria a secagem se dá por critério de produção, fazendas com deficiências na reprodução apresentam muitas vacas secas e, portanto, a porcentagem de vacas secas no rebanho é um índice simples e confiável para se avaliar eficiência reprodutiva.

Já em vacas de alta produção (raças européias puras), por apresentarem menor queda na produção pós-pico de lactação, a secagem se dá seguindo critérios de reprodução – geralmente seca-se a vaca entre 45 e 60 dias pré-parto, ainda com boa produção. Assim, fazendas com deficiências na produção apresentam muitas vacas com muitos dias em lactação e, portanto, os dias em lactação médio do rebanho é o índice de escolha para uma avaliação simples e rápido da eficiência reprodutiva.

Na palestra discutiremos como podemos melhorar a produtividade emprenhando as nossas vacas mais cedo.

Teste de Progênie 2011

Resultado Teste de Progênie 2011

É aguardada com grande expectativa a divulgação dos resultados do Sumário de Touros 2011, no dia 29 de junho, durante a MEGALEITE, que acontece de 26 de junho a 03 de julho em Uberaba - MG. Na realidade este é mais um capítulo importante do Programa de Melhoramento Genético da Associação do Girolando, que contempla um robusto trabalho envolvendo diversos segmentos, criadores, pesquisadores, técnicos da casa e rebanhos colaboradores.



Os criadores, absolutamente comprometidos com as modernas tecnologias e com a visão muito clara da busca pela seleção moderna e eficaz da raça, tem dado sua contribuição. Contamos com o respaldo científico e apoio incondicional da Embrapa Gado de Leite através dos seus pesquisadores que coordenam este trabalho. Os rebanhos colaboradores vêm crescendo significativamente nos últimos anos, dando maior confiabilidade aos resultados. As centrais de produção e comercialização de sêmen ajudam na divulgação deste trabalho, levando aos criadores de todo o Brasil este importante material genético. Valorizamos também a dedicação e envolvimento integral da equipe Girolando que tem se desdobrado em esforços para garantir a eficiência deste programa.

A divulgação do resultado de um grupo de touros do Teste de Progênie sintetiza todo um trabalho árduo de 5 ou 6 anos, e carrega ainda, a expectativa e o voto de confiança do mercado neste programa, cuja resposta vem sendo medida pelo crescimento do número de doses comercializadas de sêmen da Raça Girolando a cada ano, mais de 164,72% nos últimos 5 anos.

Neste momento, que divulgamos o Sumário de Touros 2011, reiteramos nossa crença no potencial do Girolando de se consolidar como a Raça mais importante para a produção de leite do Brasil e de outros países tropicais.

Contamos com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA
em todos os projetos técnicos da casa, e reafirmamos o compromisso desta Diretoria

Executiva - Triênio 2011/2013 que confiança, trabalho, disposição e recursos não nos
faltarão na condução deste, que é o principal plano de ação desta gestão, o Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando.

É um privilégio estarmos dividindo este momento importante com tantas pessoas e
entidades de interesses comuns, e juntos estamos escrevendo mais um capitulo da história de uma raça marcada pelo sucesso: O Girolando.

SUMÁRIO DE TOUROS DA RAÇA GIROLANDO (2011)

Megaleite 2011 - Uberaba/MG

Megaleite 2011 bate novos recordes

Com a participação das principais raças leiteiras do país, a 8ª edição da Megaleite 2011 registrou recordes nos torneiros leiteiros, sediou importantes debates e atingiu expressiva movimentação financeira. A feira, ocorrida de 26 de junho a 3 de julho, no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG), teve um volume de negócios estimado em R$ 50 milhões, incluindo as vendas de animais em13 leilões e cinco shoppings, além da comercialização de produtos pelas empresas participantes do evento.

Em sete dias de mostra, passaram pelo Parque Fernando Costa cerca de 40 mil pessoas de vários estados brasileiros e também do México, Venezuela, Colômbia, Índia e Holanda. O público conferiu a qualidade genética de dois mil animais de sete raças bovinas (Girolando, Gir Leiteiro, Guzerá, Sindi, Simental, Pardo-Suíço e Indubrasil), além de búfalos.

No Torneio Leiteiro da raça Girolando, foram registrados três recordes. Entre eles, da fêmea ¾ de sangue Serra Bela Odyssey Bruna, que atingiu a maior produção da feira com 21,360 kg/leite em nove ordenhas e média de 72,453 kg/leite. O recorde anterior era de 72,320 kg/leite de média. Também houve recorde na raça Gir Leiteiro. A vaca Via Fia JMMA superou a própria marca atingindo produção total 148,180 kg/leite e média de 49,393 kg/leite. Além do recorde mundial, a vaca foi é a grande campeã da raça na Megaleite. A lista dos campeões da feira, tanto do Torneio quanto do julgamento, está disponível no site da Girolando (girolando.com.br/megaleite2011).

Pela primeira vez, a feira teve o projeto Megaleite Sustentável. Cerca de 100 kg de resíduos de saúde animal foram coletados. Já a coleta seletiva de embalagens gerou mais de uma 1,4 toneladas de materiais, que foram destinados para reciclagem. Houve também a coleta de óleo de fritura gerado por restaurante que funcionou durante a feira. Os 129 litros de óleo coletados por uma empresa especializada foram trocados por detergente e água sanitária.

Na parte de responsabilidade social, a feira recebeu três mil estudantes no projeto Giroleite, cujo objetivo é mostrar às crianças e adolescentes como funciona a cadeia produtiva do leite.

A Megaleite também teve importantes debates. Com a presença de diversas autoridades nacionais, a abertura oficial da mostra levou ao público presente as novidades do texto do Código Florestal. Durante a audiência pública externa da Comissão da Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, os parlamentares explicaram as principais alterações na legislação.

Outro evento que marcou esta edição da feira foi a entrega do Mérito Girolando, que este ano foi concedido aos criadores Gabriel Donato de Andrade e Orostrato Olavo Barbosa.


Resultados Torneio Leiteiro - MegaLeite 2011
Vaca  ¾
Serra Bela Odyssey Bruna - 72,453 kg/leite.
Alessandra Carneiro Marques
bateu o recorde entre as fêmeas ¾ de sangue Girolando com a produção de 217,360kg/leite em nove ordenhas e média de 72,453 kg/leite.
O recorde anterior era de 72,320 kg/leite de média.
Vacas ¼
Cabiúna Bandoli - 56,887 kg/leite
Luís Carlos Bandoli,
registrou produção total de 170,660 kg/leite e média de 56,887 kg/leite, contra 49,963 kg/leite da recordista anterior da categoria. A fêmea foi vendida ontem no 4º Leilão Boa Fé, Ma Shou Tao e Amigos por R$122.400,00.

Novilha ¼
Margarida FIV G JR - 42,620 kg/dia,
Tomaz Sérgio de Andrade. A novilha ¼ de sangue Girolando produziu uma média de 42,620 kg/dia, superando o recorde anterior que era de 21,593 kg/leite. A produção total foi 127,860 kg/leite.

Vaca ½
Cabanha - 68,263 kg/leite.
Paulo Ricardo Maximiliano
 Ela produziu 204,790 kg/leite no total e média de 68,263 kg/leite.

Vaca  5/8
Google Mergulhão - 51,373 kg/leite
Lauro Teixeira Penna.
Ela produziu 154,120 kg/leite no total e 51,373 kg/leite de média.





Pontuação Expositor
Pontuação Criador

Pontuação Criador/Expositor Geral




Mercado do Leite

Preço do leite volta a subir no país


A concorrência na captação de leite entre os laticínios do Sudeste e Centro-Oeste voltou a sustentar os preços da matéria-prima. Neste mês, os produtores do país receberam, em média, R$ 0,814 por litro do leite entregue em maio, segundo levantamento da Scot Consultoria. No pagamento anterior, o valor médio foi de R$ 0,799 por litro.

A competição por leite é maior nos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás. Nos Estados do Sul, onde pastagens de inverno são utilizadas na alimentação do gado leiteiro, a captação é maior, de acordo com Rafael Ribeiro, analista da Scot. Ele afirma que a expectativa para o preço ao produtor em julho - refere-se ao leite entregue este mês pelos pecuaristas aos laticínios - ainda é de alta, uma vez que persiste a concorrência entre as empresas.

Ainda que a matéria-prima para os laticínios tenha se valorizado, os preços do leite longa vida já começam a perder fôlego. Em junho, a cotação no varejo paulista foi de R$ 2,23 o litro, em média, mostra o levantamento da Scot. Em maio, o valor médio foi R$ 2,34, o maior valor desde julho de 2009, ano em que o mercado registrou fortes oscilações.

O recuo indica que o consumidor começa a resistir a novas altas do leite longa vida, avalia Rafael Ribeiro. A queda em junho é a primeira deste ano. Diante desse quadro e da expectativa de entressafra com chuvas "dentro do normal", ou seja, a partir de agosto, a previsão é de que alta do leite perca força em julho.

O analista lembra ainda que a demanda por leite costuma diminuir no período de férias. Além disso, o aumento das importações de leite em pó pelo Brasil - por conta do dólar desvalorizado em relação ao real - também tem potencial para pressionar a matéria-prima.

Entre cerca de 250 empresas consultadas pela pesquisa da Scot em 17 praças, 69% disseram esperar estabilidade no pagamento de julho, 9% queda e 22%, alta.

Fonte: Valor Econômico